enfrdeites
Notícias

Notícias (550)

A partir das 7h da manhã desta quarta (20/1/21), o convidado do Folha no Ar, na Folha FM 98,3, é o antropólogo Carlos Abraão Moura(INCT/INEAC), professor da UFF-Campos. Ele analisará os primeiros dias do governo Wladimir Garotinho (PSD) em Campos e o combate à pandemia da Covid-19 no Brasil de Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

O antropólogo falará também sobre a invasão do Congresso dos EUA no último dia 6, que dará posse às 13h30 (horário de Brasília) desta quarta a Joe Biden como 47º presidente dos EUA. E a Kamala Harris como primeira mulher, primeira negra e primeira descendente de asiáticos e caribenhos a ser vice-presidente do país. Isso em uma Washington sitiada por 25 mil soldados da Guarda Nacional.

Quem quiser participar ao vivo do Folha no Ar desta quarta pode fazê-lo com comentários em tempo real, no streaming do programa. Seu link será disponibilizado alguns minutos antes do início, na página da Folha FM 98,3 no Facebook.

 

Carlos Abraão Moura Valpassos é professor adjunto no Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal Fluminense (UFF) no Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional - Campos dos Goytacazes. É bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2004), Mestre em Antropologia (2006) pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense (PPGA-UFF) e Doutor em Sociologia e Antropologia pelo PPGSA/IFCS/UFRJ (2011). Coordena o Atelier de Etnografias e Narrativas Antropolíticas (ATENA) e é pesquisador do INCT-InEAC. Dedica-se ao estudo de controvérsias públicas, dramas sociais e questões relacionadas a rituais e simbolismo.

Em memoração ao 21 de janeiro, dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, ocorrerão várias atividades e eventos onlines. A antropóloga Ana Paula Mendes de Miranda, pesquisadora vinculada ao INCT-INEAC, participará do Primeiro Encontro da Frente Parlamentar pela Liberdade Religiosa Estado Laico com a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa .

Confira abaixo mais informações sobre o conjunto das atividades

1) Evento: IV Seminário sobre Liberdade Religiosa, Democracia e Direitos Humanos*

Mesa 1(9h às 10h:30) Política, Religiões e Democracia

Mesa 2(11h às 12h30) Religiões no Campos do Diretos

Mesa 3( 14h às 15h30): Religiões nos meios de Comunicação

Mesa 4 (16h às 17h30) Estado Laico e Liberdades

Transmissão:
You tube CCJF:youtube.com/c/CentroCulturalJustiçaFederal
You tube CEAP: www.youtube.com/c/CEAPOFICIAL
Facebook CEAP: https://www.facebook.com/ceap.rj

-------------------------------------------

2) Evento : Celebração inter-religiosa do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Horário às 11h30
Transmissão:facebook.comCaminhadaemDefesadaLiberdadeReligiosa
-------------------------------------------
3) Evento: Primeiro Encontro da Frente Parlamentar pela Liberdade Religiosa Estado Laico com a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa
Horário: às 14h
Transmissão: facebook.com/reimont13
-------------------------------------------
4) Mesa: Intolerância Religiosa e Responsabilidade dos meios de Comunicação
Horário: 18h
Transmissão: facebook.com/CaminhadaemDefesadaLiberdadeReligiosa
-------------------------------------------
5) Evento :Lançamento do Livro História Social da Intolerância Religiosa no Brasil
Horário : às 20h
Transmissão:facebook.com/babalawoivanirdossantos


Organização: CCIR, CEAP em parceria com CCJF, Editora Kline, LHER, ERARIR

 

 

O Fórum iBRASJUS sobre segurança, defesa e Justiça promove amanhã, dia 20 de janeiro (2021), quarta-feira, às 20:00h, o evento online JORGE DA SILVA – UM POLICIAL CAVALEIRO DA DEMOCRACIA , com as participações de Roberto Kant de Lima (INCT-INEAC); Jacqueline Muniz (INCT-INEAC); Julio Cesar Costa (PMES); Ubiratan Ângelo (PMERJ); e mediação de José Vicente da Silva Filho (IBRAJUS).

Importante protagonista na construção do diálogo institucional que possibilitou avançarem as pesquisas/ensino no campo da Segurança Pública no Brasil, em especial no estado do Rio de Janeiro, Jorge da Silva, falecido no último dia 15 de dezembro de 2020,  foi professor doutor da Uerj e ex-chefe do Estado Maior da PM, ex secretário de Estado de Direitos Humanos; professor convidado do Curso de Especialização em Políticas Públicas de Justiça Criminal e Segurança Pública (Proppi / INCT-INEAC / UFF) e um interlocutor importante do INCT-INEAC.

A transmissão para os internautas será pelo Canal do iBRASJUS no YouTube, através do link https://youtu.be/5h9pke1HLq0

 

 

 

 

Disponibilizamos aqui no site do INCT-INEAC o link para acessar  "Fumaça", uma produção audiovisual do IRIS, dirigida por Daniel Simião e Yuri Corteletti, sobre a intersecção entre ritual e política na "Marcha da Maconha" de 2014, em Brasília, importante mobilização pela descriminalização da maconha. 
Para assistir basta acessar o link https://vimeo.com/canaliris/fumaca para ver o documentário.

Daniel Simião é Doutor em Antropologia Social pela Universidade de Brasília e mestre em Antropologia Social pela UNICAMP, é atualmente professor adjunto do Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB), onde atua na graduação em ciências sociais e no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Realiza pesquisas nas áreas de antropologia urbana, gênero, antrpologia do direito e da política, possuindo diversos artigos publicados nas áreas, uma coletânea organizada, além de diversos capítulos de livros no Brasil e no exterior. Integra o Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT/InEAC) e mantém colaboraão com o Núcleo de Estudos de Populações Tradicionais e Quilombolas (NuQ) da Universidade Federal de Minas Gerais.

Yuri Corteletti - Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília.

 

"PMs - A sina dos algozes-vítimas", esse é o título do último livro do professor Jorge Da Silva, onde ele chama a atenção para o fato de que, na luta contra a criminalidade, os PMs, normalmente acusados de violações aos direitos humanos, são vítimas da forma como é concebido o seu emprego. Vítimas não só de bandidos, mas, sobretudo, do próprio sistema do qual fazem parte, empurrados que são por bravatas irresponsáveis de autoridades a que se lancem numa guerra sem fim, cujo objetivo ninguém conhece. O livro foi lançado pela editora Altadena - https://altadena.loja2.com.br/9679488-01-A-SINA-DOS-ALGOZES-VITMAS-frete-gratis-

Jorge da Silva, falecido em 15 de dezembro de 2020,  era professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e professor conteudista do curso em EAD de Tecnólogo em Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense (UFF). Quando serviu à Polícia Militar, exerceu o cargo de chefe do Estado-Maior Geral e foi, ainda, secretário de Estado de Direitos Humanos do Rio de Janeiro.

É também autor dos livros "Guia de luta contra a intolerância religiosa e o racismo" (Ceap / Seppir, 2009), "120 anos de abolição" (Hama, 2008), "Criminologia crítica: segurança e polícia" (Forense, 2008), "Direitos civis e relações raciais no Brasil" (Luam, 1994) e "Controle da criminalidade e segurança pública" (Forense, 1990).

Jorge da Silva foi também professor convidado do Curso de Especialização em Políticas Públicas de Justiça Criminal e Segurança Pública (Proppi / INCT-INEAC / UFF).

Nessa terça, dia 5 de janeiro de 2021, o sociólogo Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo, professor titular da Escola de Direito da PUCRS, pesquisador do INCT-InEAC e bolsista em produtividade em pesquisa do CNPq, realizará a live "

Bolsonarismo e segurança pública – o discurso fake contra o crime" . A transmissão acontece às 17h pelo facebook. Confira o endereço no cartaz do evento.

 

Página 1 de 92