enfrdeites
Domingo, 03 Junho 2018 03:07

III Colóquio Sobre Drogas - Democracia e Direitos na Agenda Político-Social Brasileira

Escrito por

Acontece na UFF nos próximos dias 06, 07 e 08 de Junho de 2018 , o III Colóquio Sobre Drogas - Democracia e Direitos na Agenda Político-Social Brasileira. 

O evento que reúne pesquisadores nacionais e internacionais, acontece no auditório do Bloco " P " do Campus do Gragoatá da UFF.

A equipe do LEMI - Laboratório Estúdio Multimídia do INEAC transmitira o evento pelo canal do youtube - https://www.youtube.com/c/ineac

 

Confira abaixo a apresentação e programação do Colóquio. Outras informações podem ser acessa das no endereço: https://drogascoloquio.wixsite.com/drogas 

O campo de estudo das chamadas drogas é abrangente e multidisciplinar. Envolve profissionais de distintos campos de atuação ligados à vida acadêmica (ensino, pesquisa, extensão), ao ativismo político-social, à assistência jurídica e à saúde, à educação básica, às manifestações artísticas etc.

Essas áreas têm campos de atuação específicos, não necessariamente interconectados. O III colóquio tem por finalidade promover o encontro desses segmentos e propiciar o compartilhamento das atividades e saberes uns dos outros. A confluência impacta por possibilitar a percepção do objeto de estudo considerando sua multiplicidade de pertencimentos na realidade social, o que incide no esforço de dialogar com a sociedade em suas várias expressões e resulta em dois aspectos fundamentais:

1 – numa compreensão do objeto que leva em conta essa realidade;

2 – numa tomada de decisões e posicionamentos coadunados e convergentes.

Sair do isolamento, ouvir e tomar ciência do que outros setores estão fazendo, promover diálogo e troca de experiências considerando a conjuntura político-social atual, e traçar metas de ação são os maiores benefícios que esses profissionais, ativistas, artistas etc acumulam e doam como contribuição.

Coordenadores: Frederico Policarpo (UFF)

                             Maria de Lourdes Silva (UERJ)

Comissão Organizadora: Jonatas Carvalho (UERJ/LEDDES)  

                                            Beatriz Brandão (IFCS/UFRJ)

                                            Tiago Coutinho (IFCS/UFRJ) 

                                            Carlos Eduardo Torcato (FAFIC/UERN)

                                            Tiago Ribeiro (IFCH/UFRGS)

                                                 Lucia Lambert (doutoranda PPGSD/UFF)

                                            Karina Marinho (mestranda PROPEd/UERJ)

                                            Yuri Motta (mestrando PPGSD/UFF)

                                            Diego Cunha (mestrando PROPEd/UERJ)

                                            Gabriel Borges (PPGSD/UFF)

                                            Solano Santos (doutorando PPGSD/UFF)

                                            Monique Prado (PPGSD/UFF)

                                            Perla Alves (PPGSD/UFF)

                                            João Victor Abreu (PPGSD/UFF)

                                            Luana Martins (PPGSD/UFF)

                                            Camila Castro (PPGSD)

 

Quarta-feira, 06 de Junho de 2018​

  • Cerimônia de Abertura - 08:30h às 9:00h

Reitor da UFF

Prof. Vitor Ferreira - Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI)

Mediação: Frederico Policarpo

 

  • Mesa 01 - 9:00h às 11:00h

Fronteiras da pesquisa com as substâncias psicoativas

Ao longo de décadas o proibicionismo impôs o silêncio à ciência nas pesquisas sobre drogas, anos de obscuridade e imposição do tabu. O objetivo dessa mesa é debater sobre a pluralidade de pesquisas sobre psicoativos e suas potencialidades.

Mediador:

Lucia Lambert (doutoranda PPGSD/UFF)

Palestrantes:

Sergio Alarcon (FIOCRUZ).

Edward Macrae (FFCH/UFBA)

Francisco Netto (FIOCRUZ)
 

  • Mesa 02 - 11:00h às 13:00h

Comunidades Terapêuticas

Essa mesa tem o objetivo de refletir sobre quais seriam os limites e aproximações entre as metodologias de tratamento de usuários abusivos de drogas e o que balizam suas pedagogias e suas disciplinas. Em específico, será tratada a emergência das Comunidades Terapêuticas (CTs) e como o seu ideário abriu portas para uma gama heterogênea  de outras especificidades de tratamentos.

Mediador:

Diego Cunha (mestrando PROPED/UERJ)

Palestrantes:

Taniele Rui (UNICAMP)

Beatriz Brandão (IFCS/UFRJ)

Maria Paula Santos (IPEA)

  • Mesa 03 - 14:30h às 16:30h

Produzindo políticas públicas sobre drogas: o caso das associações canábicas

Até recentemente a história da produção de políticas públicas sobre drogas no Brasil esteve vinculada às agências governamentais e aos especialistas. O propósito desta mesa é discutir a participação dos novos agentes políticos, associações e cooperativas dentre outras fecundadas em meio a sociedade civil e suas contribuições nas mudanças das políticas públicas de drogas.

Mediador:

Yuri Motta (mestrando PPGSD/UFF)

Palestrantes:

Florencia Corbelle (Universidad de Buenos Aires - UBA)

Frederico Policarpo (UFF) 

Andrés Gongora (PPGAS/MN/UFRJ)

  • Mesa 04 - 16:30h às 18:30h

Estética psicoativa: os diálogos entre as artes e as drogas  

As artes sempre estiveram na vanguarda dos movimentos de resistência aos processos de restrições das liberdades, seja como denúncia, seja produzindo subjetividades ingovernáveis. Nesta mesa serão debatidos os caminhos que as artes trilham e criam, assim como suas múltiplas formas de se fazer contemplar, sentir,  refletir e resistir à questão das drogas.

Mediador:

Karina Marinho (mestranda PROPED/UERJ)

Palestrantes:

Rafael Zanatto (UNESP)

Lucas Kastrup (UERJ)

Luciano Thomé (FFLCH/USP)

 

Quinta-feira, 07 de junho de 2018​

  • Mesa 05 - 9:00h às 11:00h

Na fronteira entre o legal e o ilegal: o consumo de medicamentos na atualidade

As chamadas “lifestyle drugs” ou drogas do estilo de vida são substâncias que não foram desenvolvidas para curar nenhum tipo de doença. Ao invés disto estas novas substâncias têm como objetivo adequar, a partir de compostos químicos, o indivíduo a uma certa condição tida como ideal. Partindo da tênue fronteira entre legal/ilegal, a mesa tem por objetivo discutir o consumo de medicamentos para além dos domínios médicos.

Mediador:

Gabriel Borges (PPGSD/UFF)

Palestrantes:
Rogério Azize (IMS/UERJ)

Aline Lima da Silveira Lage (Fórum Sobre Medicalização da Educação e da Sociedade)
Tiago Coutinho (IFCS/UFRJ)

  • Mesa 06 - 11:00h às 13:00h

Ativismo: ativando os movimentos sociais no âmbito das drogas

O ativismo é o estado de consciência prática, a capacidade de compreensão de que a política não é alheia a vida humana, mas condição da existência. O objetivo desta mesa é promover um diálogo amplo das múltiplas possibilidades de ativismos no âmbito das drogas.

Mediador:

Monique Prado (PPGSD/UFF)

Palestrantes:

Júlio Delmanto (USP e Coletivo DAR)

Fernando Beserra (Associação Psicodélica do Brasil - APB)

Emílio Figueiredo (REFORMA)

Daniel Zarur (ABRACannabis)

  • Mesa 07 - 14:30h às 16:30h

Contexto da Pesquisa Científica 

Essa mesa discute o contexto das pesquisas científicas realizadas no país com substâncias psicoativas. Também discute a produção acadêmica sobre drogas e as formas de divulgação sobre o tema.

Mediadora: Victória Pires (PPGDS/UFF)

Palestrantes:

Renato Filev (UNIFESP)

Luís F. Tófoli (UNICAMP)

Mauricio Fiore (PBPD)
 

  • Mesa 08 - 16:30h às 18:30h

Drogas, Crime e Gênero

A mesa tem o objetivo de debater o impacto das políticas de drogas proibicionistas sobre as mulheres, tanto em situações de uso quanto de comércio de drogas pensando os novos contextos que essa problemática traz.

Mediador:

Solano Santos (doutorando PPGSD/UFF) 

Palestrantes:

Danielle Vallim (USP)

Luciana Boiteux (UFRJ)

Flávia Medeiros (UFF)

  • Lançamento de livros - 18:30h às 19:00h

 

MACRAE, Edward; ALVES, Wagner. Fumo de Angola: Canabis, Racismo, Resistência Cultural e Espiritualidade (Coleção Drogas: Clínica e Cultura), editora EDUFBA, 2016.

 

VERÍSSIMO, Marcos. Maconheiros, Fumons e Growers: um estudo comparativo do consumo e do cultivo caseiro de canábis no Rio de Janeiro e em Buenos Aires, editora Autografia, 2017.

ZANATTO, Rafael. Jornal Cannábica - Queimando mitos, acendendo fatos.

 

Participantes:

Edward MacRae

Wagner Alves

Marcos Veríssimo

Luciana Boiteux

 

Sexta-feira, 08 de junho de 2018​

  • Mesa 9 - 9:00h às 11:00h

O sistema escolar e as políticas de prevenção às drogas

Esta mesa traz algumas reflexões sobre os debates que orientam a abordagem às drogas no campo da educação, notadamente quanto aos limites da proposta de prevenção de caráter proibicionista e os desafios da prevenção voltada à redução de danos/riscos e vulnerabilidades. A reflexão contempla a análise de programas e experiências educacionais, as políticas do mercado editorial voltado à temática, a invisibilidade da circulação e da presença das drogas no espaço escolar e a recente orientação da política nacional, de prioridade às propostas de abstinência.

Mediador:

João Victor Abreu (PPGSD/UFF)

Palestrantes:

Gilberta Acselrad (UERJ)

Maria de Lourdes da Silva (UERJ)

Marcos Veríssimo (INCT-InEAC/UFF)

  • Mesa 10 - 11:00h às 13:00h

Profanadores ingovernáveis: o dispositivo droga, governamentalidades e subjetivações

O que se buscará aqui é refletir sobre os modos pelos quais as práticas de uso de substâncias psicoativas são tornadas objeto de reflexão e de ação com o intuito de governá-las, seja por parte do Estado e suas instituições, seja por parte de saberes que se apresentam como capazes de dizer a verdade sobre as drogas, seus usos e usuários, como os saberes médico-psiquiátricos, seja, enfim, por parte dos próprios utilizadores das substâncias enquanto indivíduos ou organizados coletivamente.

Mediador:

Perla Alves (PPGSD/UFF)

Palestrantes:

Jonatas Carlos Carvalho Mestre em História (UERJ/LEDDES)

Anderson Matos (Universidade Pitágoras - MG)

Tiago Ribeiro (IFCH/UFRGS)

Jardel Fischer Loeck (ABRAMD)

  • Mesa 11 - 14:30h às16:30h

Mercados e regulações: psicoativos entre legalismos e ilegalismos

Os diálogos aqui propostos visam discorrer sobre os processos de comercialização de psicoativos envolvendo empresas e estados. Serão contemplados as transformações do “negócio drogas”, sua modernização industrial e varejista, a evolução das regulações para o uso médico e as restrições para os outros usos.

Mediador:

Luana Martins (PPGSD/UFF)

Palestrantes:

Martinho Silva (IMS/UERJ)

Mariana Broglia (CRBC/EHESS)

Carlos Eduardo Martins Torcato (FAFIC/UERN)

  • Mesa 12 - 16:30 às 18:30h

Políticas de controle às drogas em tempos de Intervenção Federal no Rio de Janeiro

A mesa analisa o impacto das políticas de combate às drogas do último século e a “Guerra às drogas” no Brasil e na América Latina, buscando apresentar o contexto atual de Intervenção Federal no Estado do Rio de Janeiro.

Mediador:

Camila Castro (PPGSD)

Palestrantes:

Thiago Rodrigues (UFF)

Michel Misse (UFRJ)

Henrique Carneiro (FFLCH/USP)

  • Encerramento: 18:30h

 
 
Ler 1600 vezes Última modificação em Domingo, 03 Junho 2018 14:56

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.