enfrdeites
Bruna Alvarenga

Bruna Alvarenga

"Por que precisamos falar sobre perícia no Brasil?"
Lançamento do relatório Políticas Públicas de perícia criminal na garantia dos direitos humanos
 
A transmissão acontece hoje, às 19h, no Youtube e Facebook do IVH.
 

Em meio à pandemia, sentimos saudades de muita coisa... Nesta terça dia 28/7, às 18h, vamos matar saudades das livrarias, um lugar de encontro de histórias, pessoas e projetos. Glaucia Mouzinho convida para essa conversa os livreiros Rodrigo Ferrari (Livraria e Editora Folha Seca) e Daniel Chomski (Livraria Berinjela). A live acontece no nosso canal do youtube (/ineac) e na nossa página do facebook (/inctineac).
Também na terça, às 20h, no nosso perfil do Instagram (@inctineac), o 'Para Sua Ciência' traz Izabel Nuñez (PPGA/INEAC/UFF) e Marco Aurélio Gonçalves Ferreira (DSP/INEAC/UFF) para conversar sobre o tema 'Juiz das garantias e o processo penal: olhares contrastivos'.
Quarta-feira, dia 29/07, temos o Antropopapo. Hully Falcão (NUFEP/PPGA/INEAC) bate um papo com Natália Brandão (PPGA/INEAC/UFF) para falar sobre o tema 'Trabalho de campo no judiciário durante a pandemia: a suspensão das audiências de custódia'. A transmissão começa às 20h no nosso perfil do Instagram (@inctineac).

Vamos atualizando o post de acordo com a divulgação das outras lives.

Na terça-feira, dia 21/7, temos duas transmissões ao vivo. Às 17h30, Marlene Spaniol (GPESC/PUCRS/INEAC), Jacqueline Sinhoretto (UFSCAR/GEVAC/INEAC) e Jacqueline Muniz (DSP/UFF/INEAC) conversam sobre o tema 'Polícia pra quê? Protestos antirracistas e o fim do monopólio policial'. A transmissão é no nosso canal do Youtube (/ineac) e na nossa página do Facebook (/inctineac). Já às 19h45, Izabel Nuñez (NEPSSE/PPGA/INEAC) conversa com Letícia Delgado (NSD/PPGSD/INEAC) sobre o tema "O município de Juiz de Fora/MG e a segurança pública". A transmissão será no nosso perfil do Instagram (@inctineac).

Quarta-feira, dia 22, é a vez de Hully Falcão (NUFEP/PPGA/INEAC) conversar com Talitha Rocha (INEAC/UFF) no nosso instagram (@inctineac) sobre o tema '"Niterói para pessoas"? Mobilidade Urbana entre mototaxistas'. A transmissão começa às 20h. Na sexta-feira, dia 24, às 17h, o antropólogo Lenin Pires (IAC/InEAC) conversa com a Prof. Drª Mirian Alves de Souza (antropóloga/UFF) sobre o tema "O direito ao abrigo em um mundo sem refúgio". A transmissão acontece no nosso cana do Youtube (/ineac), nossa página do Facebook (/inctineac) e nosso perfil do Instagram (@inctineac).

Iremos atualizando a programação de acordo com a divulgação das outras lives.

 

 

Acontece hoje, 06 de dezembro de 2019, de 8h às 16h, o IV Seminário Nacional de Segurança Pública sem LGBTIFobia, com a participação de Páris Borges, pesquisadora vinculada ao INCT-InEAC, agente da PRF no Rio de Janeiro, mestranda do PPGSD/UFF e membro da RENOSP - LGBTI+. O evento acontece no auditório PAF 3 da UFBA Ondina (Av Ademar de Barros, Ondina, Salvador- BA).

Confira abaixo a programação:

Hoje lançamento online da nova edição do livro A POLÍCIA DO RIO DE JANEIRO: Seus dilemas e paradoxos, do antropólogo Roberto Kant de Lima. LEMI TRANSMITE ao vivo, às 14 horas, com as participações de Roberto Kant, Michel Misse e Luis Roberto Cardoso de Oliveira. Para assistir acesse a Fan Page do INCT InEAC : https://www.facebook.com/inctineac/ ou o canal do Youtube: https://www.youtube.com/c/ineac

https://youtu.be/tEL5Z2djMQA

Acesse, curta, se inscreva e compartilhe: seja um militante da difusão científica.

 

 

Segunda, 02 Setembro 2019 18:09

SEMINÁRIO EDUCAÇÃO E FAVELA

Acontece na próxima terça-feira, 03 de setembro de 2019, o Seminário "Educação e Favela", de 18h às 22h, no auditório 71 (7º andar) da UERJ/ Maracanã. O evento conta com a presença do pesquisador Marcos Veríssimo, vinculado ao INCT-InEAC.


Confira a programação completa na imagem abaixo.

 

 

Assista no nosso canal do Youtube: O antropólogo Lenin Pires e o sociólogo Michel Misse conversam com o coordenador do INCT INEAC, antropólogo Roberto Kant de Lima, sobre o relançamento do histórico livro ``A polícia da cidade do Rio de Janeiro: seus dilemas e paradoxos´´, um marco nas pesquisas sobre justiça criminal e segurança pública no Brasil.

 

Assista ao vídeo clicando aqui.

 

Imagem e edição Claudio Salles - Produção Bruna Alvarenga e Breno Patrizi - LEMI - LABORATÓRIO DE ESTUDOS MULTIMÍDIA DO INCT INEAC 

As antropólogas Ana Paula Mendes de Miranda e Roberta de Mello Corrêa, vinculadas ao INCT InAEC, estarão presentes no lançamento dos livros "Mapas de percepção de riscos", escrito em conjunto com a antropóloga e cientista política Jacqueline de Oliveira Muniz (UFF - INCT/INEAC) e "As crenças na igualdade", escrito por Ana Paula Miranda, Fabio Reis Mota e Lenin Pires, também pesquisadores do INCT InEAC. O lançamento acontece em Sergipe, no dia 09 de agosto de 2019, às 18h, no Memorial da Advocacia Sergipana (Sede da OAB/SE).

 

A edição de agosto do Le Monde Diplomatique Brasil "QUEM GANHA COM A GUERRA ÀS DROGAS?", em breve nas bancas, traz matéria de Flavia Medeiros, pesquisadora do INCT-InEAC, intitulada "Políticas de vida e de morte no controle proibicionista das drogas".

A matéria encontra-se disponível no link: https://diplomatique.org.br/politicas-de-vida-e-de-morte-no-controle-proibicionista-das-drogas/

 

Comunicamos a todos os colegas e amigos que a Missa de sétimo dia da querida professora e antropóloga Simoni Lahud Guedes, pesquisadora e membro do comitê gestor do INCT-INEAC, acontecerá no próximo dia 28/07/2019, às 10h, na Paróquia de São Judas Tadeu - Av. Almirante Ary Parreiras, Icaraí, Niterói - RJ.

Simoni Lahud Guedes fez Bacharelado (1971) e Licenciatura (1973) em Ciências Sociais na Universidade Federal Fluminense, Mestrado (1977) e Doutorado (1992) em Antropologia Social pelo Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora Titular do Departamento de Antropologia da Universidade Federal Fluminense, foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia.. Membro da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), já tendo coordenado a Comissão de Ensino e Ofício desta associação. Professora e pesquisadora na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia do Esporte e Cultura de Trabalhadores, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalhadores urbanos, futebol brasileiro, categorias etárias. Foi membro gestora e pesquisadora , do INEAC-INCT, tendo coordenado convênios CAPES-SPU (Argentina) e pesquisas. Pesquisadora do CNPq desde 1996, nível 1 B. Co-lider do Grupo de Pesquisa Transmissão de Patrimônios Culturais, certificado pelo CNPq. Foi também membro do Grupo de Trabalho CLACSO Deporte, sociedad y políticas públicas.


Página 1 de 2