enfrdeites
Terça, 02 Janeiro 2024 18:11

Projeto de Pesquisa Internacional sobre Políticas de Drogas na América Latina é Aprovado em Chamada Públic MCTI/CNPQ

Escrito por

Em uma significativa conquista para a pesquisa científica e a cooperação internacional, o projeto intitulado "Burocracias Estatais em torno da Maconha: Programa de Estudos Comparados em Políticas de Drogas e seus Efeitos na América Latina" foi recentemente aprovado na Chamada Pública MCTI/CNPQ nº 14/2023 - Apoio a Projetos Internacionais de Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação.

O projeto, uma iniciativa conjunta entre pesquisadores do PsicoCult-UFF, vinculado ao INCT-InEAC/UFF, o Observatório da Cannabis no Brasil (representado pela UFJF e pela UNIVASF), e o Programa de Antropologia Política y Jurídica da Universidad de Buenos Aires, tem como objetivo realizar uma pesquisa comparada sobre as políticas de drogas, com foco nas demandas relacionadas à maconha na América Latina.

A pesquisa será coordenada pelo proponente do projeto, Frederico Policarpo (INCT-INEAC/UFF) que é também coordenador do PsicoCult-UFF, em parceria com pesquisadores renomados no campo, incluindo a pesquisadora Florencia Corbelle representante do Observatório da Cannabis e da Universidad de Buenos Aires.

A proposta destaca a necessidade de compreender os processos relacionados às demandas pela maconha, explorando a "judicialização" no Brasil e a "politização" na Argentina. Além disso, busca inserir pesquisadores brasileiros em redes de cooperação entre os dois países, incentivando o surgimento de novas lideranças na pesquisa.

A pesquisa terá uma abordagem etnográfica e comparada, examinando o papel das burocracias estatais - Judiciário, Legislativo e Executivo - na regulação da maconha. O programa inclui a realização de etnografias sobre o acesso legal à maconha e a criação de um banco de dados com documentos e processos legais coletados no Brasil e na Argentina.

Os grupos de pesquisa envolvidos têm dedicado seus esforços ao estudo das atualizações das leis relacionadas às drogas, analisando a complexidade da trama burocrática, administrativa e judicial ativada por movimentos sociais e coletivos.

A colaboração entre esses grupos remonta a longa data, iniciada por professores como Roberto Kant de Lima no Brasil e Sofía Tiscornia na Argentina. A aprovação deste projeto é vista como um marco significativo para o desenvolvimento científico e a contínua cooperação internacional entre Brasil e Argentina.

Espera-se que esta iniciativa promova a circulação de pesquisadores entre os dois países, proporcionando uma contribuição valiosa para a compreensão das políticas de drogas na América Latina e incentivando a divulgação científica sobre o tema. O projeto representa não apenas uma oportunidade para avanços na pesquisa, mas também para o fortalecimento dos laços acadêmicos e científicos entre as instituições envolvidas.

 

Imagem - Criação Claudio Salles

 

Ler 324 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.